Notícias Fecomercio

28 de setembro de 2018

Nova pesquisa da FecomercioSP aponta que turismo brasileiro deve crescer 2% em 2018


Apesar da projeção positiva do Índice de Atividade do Turismo (IAT), crescimento está longe do registrado no período pré-crise, em 2014, quando o setor tele elevação de 6,3%

O turismo brasileiro deve crescer 2% em 2018, metade do resultado alcançado no ano anterior. A estimativa integra o Índice de Atividade do Turismo (IAT), lançado nesta quinta-feira (27).

A nova pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) engloba a soma das receitas operacionais das atividades características do setor com base em dados do IBGE e cálculos elaborados pela Entidade.

A série histórica teve início em 2007 e mostra que o setor alcançou o melhor desempenho em 2014, quando o IAT cresceu 6,3% e marcou 170 pontos. O ano foi marcado pela realização da Copa do Mundo, evento que atraiu estrangeiros para o País e impulsionou o turismo nacional.

Após a bonança, o turismo brasileiro foi impactado pela crise econômica e registrou duas quedas anuais. Em 2015, o índice ficou negativo em 7,1% e, em 2016, mesmo quando o Rio de Janeiro sediou as Olimpíadas, as receitas do turismo caíram 5,1%. A recuperação, segundo a pesquisa, veio apenas no ano seguinte, com crescimento de 4%. Os dados mais recentes do IAT indicam que, no último mês de julho, o turismo teve alta de 3,6% em relação ao mesmo período de 2017.

A projeção de crescimento para 2018, embora positiva, é inferior a grande parte dos outros anos da série histórica, com exceção de 2015 e 2016.

O setor — que tem ampla capacidade para gerar empregos, renda e estimular a economia de diferentes cidades — precisa crescer de forma mais sustentável porque, se manter o ritmo atual, vai voltar a seu pico histórico, de 170 pontos, somente em 2022. Confira a matéria completa aqui.

 

Voltar para Notícias