Notícias Fecomercio

20 de dezembro de 2017

Consumidores pagarão R$ 16 bi a mais na conta de luz em 2018, diz Aneel


Valor será para cobrir subsídios do setor elétrico; impacto pode variar de 0,77% a 2,72%

Os consumidores de energia elétrica pagarão R$ 16 bilhões nas contas de luz em 2018, segundo a decisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira (19). O valor será para cobrir os custos com subsídios do setor elétrico e destinado à Conta de Desenvolvimento Energético (CDE).

O fundo financia medidas como pagamento de indenização a empresas, subsídio à conta de luz de famílias de baixa renda e compra de parte do combustível para as termelétricas que geram energia para a Região Norte e programas, como o Luz Para Todos.

De acordo com a Aneel, a medida deve causar impactos diferentes nas tarifas de energia, sendo de 0,77% para consumidores das regiões Norte e Nordeste, e 2,72% nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

No total, R$ 12,22 bilhões serão pagos por todos os consumidores, incluindo os que compram energia diretamente das geradoras, e R$ 3,79 bilhões serão pagos somente pelos consumidores cativos, que são atendidos pelas distribuidoras de energia, como residências, comércio e parte das indústrias. Em 2018, a estimativa é que a CDE tenha um custo total de R$ 18,8 bilhões, valor 17,8% acima do estimado para 2017 (R$ 15,9 bilhões).

Voltar para Notícias